Implantodontia

A implantodontia é a área da odontologia que restabelece as funções de mastigação, estética e fonética para quem perdeu um ou mais dentes.

Os implantes surgiram para substituir antigas próteses fixa e móveis (dentaduras, pontes e pererecas) que foram perdidos por cáries, doenças periodontais, traumas e também por agenesia (dente que não nasceu naturalmente) e hoje é uma opção mais segura e menos invasiva com as atuais técnicas de implante.

A especialidade pode também, além do implante, fazer enxertos (ósseo e gengivais) e pequenas cirurgias.

Quem deve procurar um implantodontista?

Todas as pessoas que perderam um ou mais dentes e que esteja com a estrutura óssea completamente formada, ou seja, a partir dos 18 anos podem procurar um implantodontista.

Quando o implante deve ser realizado?

Recomenda-se colocar o implante de titânio logo quando ocorre extração para não provocar a perda óssea, já que a base de titânio serve como raiz artificial. Porém, caso não seja possível, o mesmo deve ser colocado o quanto antes após a cicatrização óssea. Lembrando que, em alguns casos demora-se de 5 a 6 meses para colocar a parte estética (coroa do dente).

Quanto tempo dura o implante?

Assim como os dentes naturais, o implante dentário tem um tempo de vida baseado nos cuidados dentários que o paciente cumpre. Por exemplo, se ele visita o dentista com frequência e realiza a correta higienização bucal, o implante pode durar décadas e até mesmo uma vida inteira.

Quanto custa o tratamento com implante?

Os valores dos implantes, depende muito da avaliação de cada paciente. Tem que ser avaliada a parte óssea (se precisa ou não de enxerto) e a quantidade de implantes, as coroas que serão colocadas e o material escolhido pelo paciente.

Hoje em dia, os valores são mais acessíveis e com diversas formas de pagamento.